Acordei hoje pensando que seria um ato de cinismo desejar Feliz Natal a alguém. Ainda mais sofrendo os golpes que nos foram desferidos e, ao que tudo indica, continuarão nos atingindo sem qualquer clemência. A morte, o terror , o desemprego, as crises econômicas, financeiras e institucionais e acima de tudo a crise moral que parece não ter mais fim. Como desejar que uma noite de vigília apague tudo isso?


Em seguida uma voz falou à minha consciência. Disse-me: “tudo o que se fala e se faz nesta data não reverencia Àquele que merece reverência.”


Em meio ao desmando e à desordem Ele se apresentou aos Homens disposto a cumprir uma missão que ninguém, até hoje, se dispôs. Foi a cada um que cruzasse seu caminho para ajudar, curar, consolar e vivificar a fé. Não bastasse, entregou a própria vida para reafirmar, confirmar suas palavras e seus atos.


Não percamos mais esta oportunidade de nos reverenciarmos e agradecermos a Ele  por tudo que fez, faz e continuará fazendo por nós. Ele não precisa de presentes, comes e bebes, enfeites. Ele não precisa de nada, enquanto nós precisamos de tudo que emana Dele.
Nesta vigília vibre Paz, Luz, Harmonia, Saúde e Amor entre todos nós.

BOA NOITE!